Olá visitante! Faça o login ou cadastre-se  
Carrinho vazio








Arquivos Celso Furtado 1: Ensaios sobre a Venezuela: subdesenvolvimento com abundância de divisas

Celso Furtado

188 páginas

ISBN: 9788578660031

Celso Furtado praticamente dispensa apresentações. Foi o maior intelectual brasileiro do século XX. Mais do que técnico, professor ou ministro, mais do que homem público exemplar, personificou a esperança desenvolvimentista. Mais do que economista, foi um homem de cultura, com sólida formação humanista e um dom primoroso para a exposição de ideias em salas de aula, conferências ou textos de admirável elegância e clareza. Alguns de seus livros tornaram-se clássicos e foram traduzidos no mundo inteiro.


    Metódico, organizado, Furtado deixou riquíssima documentação: manuscritos, anotações detalhadas de cursos, estudos preliminares, relatórios, correspondência, entrevistas e artigos que hoje estão inacessíveis. É sobre esse material que Rosa Freire d´Aguiar Furtado se debruçou para organizar os Arquivos Celso Furtado, que o Centro Celso Furtado de Políticas para o Desenvolvimento e a editora Contraponto começam a publicar, com previsão inicial de doze volumes, para que a obra do nosso maior pensador fique, de fato, completa. Em cada um deles, autores contemporâneos serão chamados a comentar esses trabalhos inéditos.


    Começamos com dois estudos, extremamente atuais, sobre o singular caso da Venezuela, complementados por uma entrevista concedida lá, em 1974. Enviado a esse país, pela primeira vez, em 1957, em missão da Comissão Econômica para a América Latina (Cepal), Furtado logo percebeu que a presença de um recurso natural abundante – no caso, o petróleo – produzia um excedente estrutural nas contas externas e mantinha a taxa de câmbio em uma posição incompatível com a diversificação da base produtiva local. Desarticulado dos demais setores, o moderno setor exportador não impulsionava a modernização do conjunto da economia. Como a produção de petróleo e as atividades a ela diretamente associadas só absorviam uma pequena parcela da população, a grande maioria dos venezuelanos permanecia em atividades de baixa produtividade. Daí a expressão, aparentemente paradoxal, de que a Venezuela era um caso atípico de "subdesenvolvimento com abundância de divisas".


    Como mostram neste volume o professor Carlos Aguiar de Medeiros e o economista argelino Abdelkader Sid Ahmed, a análise pioneira de Celso Furtado ultrapassa a problemática venezuelana e a época em que foi formulada, projetando luz sobre questões de hoje, inclusive do Brasil. São assim, perenes, os trabalhos dos grandes mestres, que, por isso, precisam ser relidos sempre.


                        César Benjamin

 R$ 36,00    R$ 21,60
             Apresentação

             Sumário


Compartilhar:

TÍTULOS RELACIONADOS
Atraso econômico em perspectiva histórica e outros ...

Alexander Gerschenkron

R$ 80,00 R$ 48,00
Arquivos Celso Furtado 6: Anos de formação (1938-19...

Celso Furtado

R$ 70,00 R$ 42,00
Pensamento de Celso Furtado e o Nordeste hoje, O

Celso Furtado, Tânia Bacelar de Araújo e outros

R$ 36,00 R$ 21,60
Desafios brasileiros na era dos gigantes

Samuel Pinheiro Guimarães

R$ 78,00 R$ 46,80
Arquivos Celso Furtado 2: Economia do desenvolvimento.

Celso Furtado

R$ 46,00 R$ 27,60
Ignácio Rangel - Obras reunidas, volume 1

Ignácio Rangel / César Benjamin (org)

R$ 88,00 R$ 52,80




  • Editora Contraponto
  • Avenida Franklin Roosevelt, 23 sala 1405
  • Centro - Rio de Janeiro, RJ - CEP: 20021-120
  • Tel: (21) 2544-0206 / 2215-6148
  • contato@contrapontoeditora.com.br